segunda-feira, 22 de agosto de 2016

QUEM  SÃO  OS  ROSA-CRUZES?

   Olá pessoal! Continuando o assunto das "sociedades secretas", esse post será sobre a chamada Sociedade Rosa-Cruz.
   Em um post anterior, cujo tema era a maçonaria, eu fiz referência aos rosa-cruzes, dizendo que essa era mais uma das "sociedades secretas" fundadas por ex-membros dos templários. Por isso, seria muito apropriado começar a dissecar esse tema a partir dos "Templários".
   Nesse outro post ao qual me referi, eu também mencionei os templários, dizendo que foram eles que inventaram as bases da maçonaria, cuja sede é a Escócia. A base dos templários está ligada a um grupo de 9 homens vindos da França, entre eles um chamado Hughes(ou Hugo) de Payens. Eles foram para Jerusalém em meados do ano 1118 d.C, e pediram ao rei Balduíno II que governava a região que desse a eles um terreno para fundar uma ordem, e o rei cedeu a eles uma área que é a região do Monte do Templo, ou Monte Moriá, correspondente a onde era o antigo Templo de Salomão. Essa área tem uma história antiga e repleta de lendas, entre elas, uma que diz que foi nessa região que Abraão se preparou para sacrificar seu filho Isaque. Outra diz que foi ali que Jacó dormiu e sonhou que via uma escada por onde anjos subiam e desciam. Seja como for, esse local é considerado sagrado para as três principais religiões monoteístas: cristianismo, judaísmo e islamismo. Esses homens ficaram cerca de 9 anos na região, segundo dizem, empenhados em escavações arqueológicas, atrás do "ouro de Salomão", da Arca da Aliança e outros artefatos que costumam serem chamados de "artefatos mágicos". Em 1126, dois deles voltaram a França para convencer o papa a oficializar a ordem. Eles conseguiram isso, e assim criaram uma sociedade de "monges guerreiros" que deviam lealdade apenas ao papa. Em 1128, Hughes de Payen viajou a Escócia para visitar parentes, e, convenceu os parentes de sua esposa, que pertenciam a família Saint Clair(uma das mais influentes e poderosas famílias da Europa) a ceder uma área de lá para a ordem. 
   Em pouco tempo, esse grupo de "monges guerreiros" adquiriu muito dinheiro, poder e influência. Eles criaram vilas inteiras, e também tinham agentes que atuavam como piratas em navios. Pode parecer estranho essa afirmação, mas, é fato que alguns piratas famosos da história tinham ligações com os templários e a maçonaria. Na biografia do pirata Capitão Kidd(1645-1701), por exemplo, vemos que ele era maçom, mais do que isso, trabalhava para outros maçons e parte dos saques e pilhagens ia para eles. Quando foi preso, os maçons envolvidos ficaram com medo de que ele fosse falar segredos da ordem, por isso fizeram de tudo para ele ser rapidamente enforcado em praça pública por pirataria, e ele próprio admitiu em sua confissão que era apenas "um peixe pequeno, que caiu em uma armadilha de gente poderosa". Eles também criaram um sofisticado sistema monetário, as verdadeiras bases do atual sistema financeiro dos bancos, emprestando dinheiro a juros e guardando depósitos que se valorizam com o tempo. Os templários descobriram certos segredos relacionados ao cristianismo(em relação a isso, recomendo que leiam um post anterior com tema "DETALHES  OCULTOS  SOBRE  JESUS"), detalhes que realmente eram significativos sobre o cristianismo. Passaram a reconhecer Jesus com características mais humanas do que "semi-divinas" e a detestar o modo como os crucifixos com a imagem de Jesus crucificado era exposto, porque achavam que isso era um tipo de "louvor ao sofrimento", por isso nas cerimônias de iniciação eles pisavam e cuspiam no crucifixo. O oculto(vulgo magia) também se desenvolveu entre eles devido ao contato que tiveram com as tradições ocultas dos judeus e muçulmanos. Dominaram a alquimia, cabala e magia cerimonial. Sobre a Arca da Aliança e outros "artefatos mágicos" vamos deixar esse tema para outro post. 
   O fim, ao menos superficial, dos templários aconteceu em 1314 com a morte de Jaques de Molay o então líder dos templários. O papa Clemente V e o rei Felipe, O Belo, da França conspiraram contra a ordem inventando que eles praticavam um tanto de heresias, prenderam e torturaram a muitos, queimando Jaques de Molay na fogueira(antes da morte Molay pronunciou uma maldição contra o rei e o papa. Coincidência, ou não, o papa e o rei da França morreram pouco tempo depois). Foi o fim aparente dos templários. Mas muitos ex-membros fugiram da perseguição e se espalharam pelo mundo afora. A influência dos templários na história, especialmente do ocidente é notória. Tradições dizem, por exemplo, que a história de Robin Hood foi baseada em um templário que lutou ao lado do rei Ricardo Coração de Leão em Jerusalém, e, ao voltar para a Inglaterra, indignado com a cobrança de impostos pelo príncipe João, reuniu seguidores na floresta de Sherwood. Outra situação onde se verifica rastros dos templários é em Portugal. O enigmático navegador Cristóvão Colombo seria na verdade de origem judia/portuguesa e teria pertencido a uma das muitas sociedades fundadas por ex-templários, assim como Pedro Álvarez Cabral, que era seu primo de segundo grau (os mistérios envolvendo Cristóvão Colombo também poderão vir a serem temas de outro post). 
   Esclarecido tudo isso em relação aos templários, podemos entrar diretamente no tema dos rosa-cruzes. É certo que os rosa-cruzes foram fundados por ex-templários. Oficialmente, eles tem uma lenda falando sobre um tal "Christian Rosenkreuz" da Alemanha relacionado ao livro "Núpcias Alquímicas de Christian Rosenkreuz" publicado em 1616. Na história, esse Christian passa por várias aventuras, mas é um texto hermético e simbólico, e não podemos afirmar com certeza se esse Christian existiu. O que podemos afirmar é que a presença dos rosas-cruzes foi "oficialmente" manifestada em 1623 em Paris. Em março de 1623 apareceram em uma manhã em Paris, um monte de cartazes pregados em postes nos quais estava escrito que eles, os rosa-cruzes estavam presentes na cidade visível e invisivelmente. Muitos acharam isso curioso, outros riram achando que era uma piada. Mas depois que alguns livros foram publicados a respeito, um tipo de "histeria em massa" tomou conta das pessoas de Paris. Dizem que os rosa-cruzes "originais" eram 36 pessoas espalhadas por vários países da Europa, pessoas que dominavam o oculto, tinhas "poderes especiais". Podiam ficar invisíveis quando quisessem, tinham as bolsas sempre cheias de ouro e conheciam todas as línguas(telepatia). Pessoas de aspecto estranho eram vistas frequentando restaurantes caros, comendo e bebendo e que desapareciam misteriosamente quando lhes era apresentada a conta. Moças bonitas afirmavam que acordavam no meio da noite ao lado de homens tão atraentes quanto um deus grego, e que eles desapareciam quando quisessem. Algumas pessoas pobres afirmavam que encontravam em suas casas grande quantidade de ouro sem saber de onde vinha. A histeria era tanta que, os mendigos tinham medo de serem atacados por esses desconhecidos nas ruas, e os pais de família dormiam armados. Pouco tempo depois, em 1624, a população se acalmou, acreditando que os misteriosos "rosa-cruzes" já haviam deixado a cidade. Mas isso era apenas a impressão, pois, secretamente, os rosa-cruzes ainda continuavam atuando, discretamente, até os dias de hoje. Aqui um dos símbolos dos rosa-cruzes, existem variados tipos desses símbolos:
   Esse mostrado, particularmente, está repleto de símbolos alquímicos como os do enxofre, mercúrio e sal. A cruz é uma referência óbvia ao cristianismo, e a rosa evoca um tipo de misticismo, também é referência a Maria mão de Jesus ás vezes referida como "rosa mística". Um médico inglês muito ligado ao ocultismo chamado Robert Fudd(1574-1637) é considerado como tendo sido admitido na ordem naquela época da divulgação dos cartazes. Aqui uma ilustração de um livro de Fludd, relacionado ao oculto:
   Outro inglês, chamado Francis Bacon(1561-1626) político, filósofo e adepto do oculto, é tido como sendo um dos líderes dos rosa-cruzes na época. Uma pintura de Francis Bacon:
   Os rosa-cruzes ajudaram a criar outra "sociedade secreta" ativa até hoje, a Golden Dawn(Ordem Hermética da Aurora Dourada). MacGragor Mathers, um dos fundadores da Golden Dawn, dá uma declaração interessante a respeito dos homens que eram seus verdadeiros "Chefes Secretos". Ele diz que não conheceu os verdadeiros nomes deles, e que raramente os viu. Veja a declaração dele tirada do livro "O despertar dos Mágicos" dos autores Louis Pawels e Jacques Bergier:

   "A respeito desses Chefes Secretos, aos quais me refiro e de que recebi instruções...nada vos posso dizer... Eles encontram-se fisicamente comigo, no tempo e no lugar antecipadamente fixados. Na minha opinião são seres humanos que habitam a Terra, mas que possuem poderes terríveis e sobre humanos..As minhas relações físicas com eles mostraram-me quão difícil é para um mortal, por mais evoluído que seja, suportar-lhes a presença....sentia-me em contato com uma força tão terrível...grande dificuldade em respirar...prostração nervosa, suores frios e perdas de sangue pelo nariz, pela boca...."
   

   Nesse livro, os autores comparam esses misteriosos chefes secretos de Matthers ao "ubermesch" o "super-homem" ao qual se referiam os nazistas, indivíduos com poderes semelhantes a deuses.
   Mas esses indivíduos, que dominaram de forma impressionante as forças ocultas a ponto de se tornarem "quase deuses" são poucos, apenas os chefes supremos da ordem rosa-cruz. É notório o contato entre as várias "sociedades secretas" ,e, a grande maioria das pessoas que integram tais grupos são homens comuns. É do conhecimento de muitos, também, os hábitos depravados de muitos integrantes dessas "sociedades secretas" ,e, embora a ideia básica dos rosa-cruzes, no início fosse "compartilhar conhecimento" entre os homens, e princípios cristãos para ajudar no desenvolvimento espiritual da humanidade, muitos membros rosa-cruzes estão envolvidos com pedofilia, conspirações governamentais e demais crimes. Os verdadeiros chefes tem muito poder real, mas os membros mais baixos são pessoas comuns, que possivelmente se deixaram levar pelos hábitos depravados dos maçons.
   Vamos encerrar por aqui, e espero ter exposto informações relevantes a respeito dos rosa-cruzes.

 
 
      

sábado, 20 de agosto de 2016

QUEM  SÃO  OS  JESUÍTAS?

   Olá a todos! No post anterior eu falei sobre a maçonaria. Foi muito bom porque serve de base para explicar sobre outras "sociedades secretas". E nesse post vou falar sobre os jesuítas, como sempre, expondo a minha visão pessoal, baseado nas fontes a que tive acesso.
   Chamada oficialmente de "Companhia de Jesus", a ordem dos jesuítas foi fundada em 1534 pelo basco (do País Basco, uma região localizada dentro da Espanha) Inácio de Loyola(1491-1556). Uma pintura representando ele:
   Inácio de Loyola participou de uma guerra entre França e Espanha embora não fosse oficialmente soldado, foi ferido e ficou de cama. Nesse período, leu alguns livros e aprendeu a "sublimar" sua energia sexual. Decidiu formar uma sociedade religiosa, que foi posteriormente oficializada pelo papa. Loyola era um homem muito ambicioso, sonhava com poder, fama e mulheres. Ele percebeu que o verdadeiro poder estava na religião, e a maneira como essa controlava as pessoas. O símbolo dos jesuítas:
   É dito que as iniciais I H S significam "Jesus Homem Santo" em latim, porém há quem garanta que o verdadeiro significado oculto seja uma referência a trindade egípcia "Ísis Hórus Set". Pessoalmente acho provável, porque outros símbolos egípcios aparecem relacionados a eles, como mostrarei adiante. Também percebe-se outro detalhe oculto nesse emblema, essa cruz em cima da letra "H" cria um símbolo semelhante ao símbolo de Saturno, outra referência a antigos deuses pagãos. Esse é o símbolo de Saturno:

   Logo começaram a "servir" ao papa como uma resposta contra o protestantismo. Se espalharam pelo mundo afora catequizando e dirigindo escolas. Porém, seus hábitos depravados logo fizeram as pessoas perceberem que eles não eram um simples grupo de monges católicos, e também, devido as intrigas políticas que eles fomentavam, foram banidos por governos de vários países ao longo dos séculos. Aqui uma pintura retratando jesuítas catequizando índios na América, é dito que eles tiveram uma notável independência no novo mundo, criando verdadeiros "estados independentes" entre os índios:
   Entre as principais características dos jesuítas estão sua lealdade ferrenha aos superiores em hierarquia. Uma frase de Loyola que exemplifica isso:

   "Acredito que o branco que eu vejo, é negro se a hierarquia da igreja assim o tiver determinado."

   Francis Bacon(1561-1626) que foi um dos líderes da sociedade Rosa Cruz(se não o líder supremo na época) ficou impressionado com a fidelidade dos jesuítas afirmando que ela era mais forte do que de sua própria sociedade Rosa Cruz, dizendo que "-Eles são o que eu gostaria que nós fôssemos".
   Em relação aos illuminatis, considerados a verdadeira "elite oculta", esse nome "illuminati" foi adotado pela sociedade criada por Adam Weishaupt, ele próprio estudou com professores jesuítas. 
   Através dos séculos, alguns papas aprovavam os jesuítas, outros detestavam, mas algo inédito aconteceu recentemente, um membro dos jesuítas se tornou papa: Jorge Mario Bergoglio, o papa Francisco. O papa Francisco, como jesuíta, deve submissão ao atual líder supremo dos jesuítas que é Adolf Nicolás Pachon. Devido ao poder que sempre tiveram próximo aos papas, o líder supremo dos jesuítas ás vezes é chamado de "papa negro" tanto por usar batina preta na maioria das vezes, quanto por sua ligação com os satanistas. Seria complicado explicar os símbolos ocultos, pagãos e satanistas presentes no Vaticano nesse momento, porque esse post é focado nos jesuítas, então deixemos esse tema para outro post. Aqui uma foto montagem com Adolf Nicolás Pachon, o papa negro:
   
   Aqui um crucifixo usado pelo papa Francisco com um personagem de braços cruzados no centro, outra referência egípcia,  e ovelhas em volta:
   Pachon, como líder supremo dos jesuítas tem cerca de 20.000 subordinados jesuítas diretos espalhados pelo mundo todo(provavelmente vários outros indiretamente). Como costumam dirigir escolas, os jesuítas influenciaram vários personagens marcantes da história que passaram por suas escolas. Devido a suas ambições, e fidelidade impressionante, os jesuítas são de fato uma das sociedades secretas mais poderosas e influentes do mundo, muito mais poderosos do que um maçom comum, apenas não superando a verdadeira elite, os illuminates, embora isso seja relativo, por, de certo modo, elas funcionarem em conjunto. Eles também tem relações com práticas ocultas (vulgo magia) tanto magia dita "branca" quanto "negra". A aparência de uma simples ordem religiosa de monges com os franciscanos ou dominicanos é um disfarce que tem enganado a muitos, porém, outros, inclusive no passado, já perceberam que eles não são simples monges, pois, em nome de uma fidelidade ferrenha, não ao papa ou ao catolicismo, e sim ao líder supremo, eles são capazes de tudo sem remorsos. São soldados perfeitos. Também não sentem remorsos por praticar hábitos sexuais(de todos os tipos). Essa hipocrisia de se esconder por detrás de uma ordem religiosa virou ditado a muito tempo chamada "hipocrisia jesuítica" ou "hipócrita como um jesuíta".
   Finalizando, espero ter esclarecido algo sobre os jesuítas, e mostrado o verdadeiro poder que eles tem e o que eles são.  
    

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

O  QUE  É  A  MAÇONARIA?

   Olá pessoal! Vou fazer um post tentando explicar o que é a maçonaria. Quando se fala em maçonaria, a maioria pensa logo nas chamadas "sociedades secretas" e conspirações para "dominar o mundo". Esse é de fato um assunto muito denso e complicado. Por isso vou tentar ser direto e escrever sobre o que eu entendi baseado em matérias espalhadas pela internet e outras fontes.
   "Conspirações para dominar o mundo" nos remete aos chamados Illuminatis, considerados a "elite" que secretamente controla o mundo. Muitas pessoas acham que illuminatis e maçonaria são a mesma coisa, o que não está realmente correto. As origens das "sociedades secretas" são muito antigas. Em um post anterior eu disse que as sociedades secretas foram estabelecidas pelos alienígenas annunakis para controlar a raça humana e ao mesmo tempo enviar informações da Terra para o planeta Nibiru. Os annunakis estabeleceram na antiga Suméria as bases das cidades modernas com: comércio, religião e política. Ensinaram as pessoas a obedecerem ao estado e se submeterem a religião. Portanto, ali começaram as sociedades secretas. 
   A tradição diz que o rei Ciro II, conhecido como Ciro, o Grande(559 a.C-530 a.C) quando assumiu o poder na Babilônia descobriu sobre uma sociedade secreta de homens que eram depravados e pedófilos. Ciro, com sua notável sensatez mandou matar e exterminar essas pessoas. Porém, essas pessoas fugiram para o Egito, onde encontraram uma grande nação que idolatrava várias divindades. Eles se passaram por sacerdotes e foram bem acolhidos no Egito, onde permaneceram por muito tempo e continuando a se entregar a seus hábitos depravados. É do antigo Egito que os illuminatis tiraram a ideia do símbolo de uma pirâmide com um "olho que tudo vê" no topo, referência ao "olho de Hórus", símbolo egípcio de proteção.  Mas o nome "illuminati" só se tornou conhecido por causa de Adam Weishaupt, personagem ligado aos Jesuítas(outra sociedade secreta sobre a qual falaremos em outro post) no ano de 1717.
   Muitas sociedades secretas passaram a operar no mundo todo cada uma com características distintas, porém com uma central controlando tudo. Por volta do ano 1000 d.C foi fundada a sociedade "Ordem dos Templários" em Jerusalém, supostamente para proteger os peregrinos cristão de ataques muçulmanos(embora não seja essa a verdadeira razão da criação da ordem). Os templários adquiriam muito poder e riquezas em pouco tempo e o papa Clemente e o rei da França Felipe, o Belo, tramaram para acabar com os templários e se apropriarem das riquezas desses. Os templários foram extintos, mas, muitos ex-templários sobreviveram e se espalharam pela Europa e o mundo afora. Uma das sociedades secretas que foi criada por ex-templários foi a sociedade Rosa Cruz(matéria para outro post). No ano de 1717 a maçonaria se declara oficialmente fundada, embora já tenha sido criada anos antes por ex-templários, na Escócia. Até hoje dizem que é a maçonaria que controla a Escócia e a Inglaterra(qualquer relação com o BREXIT, a saída da Inglaterra da União Europeia pode não ser mera coincidência). No livro "O Carrasco de Hitler", biografia de Reinhard Heydrich, após espiões do M16, o serviço secreto da Inglaterra, serem capturados e interrogados pelos nazistas, os nazistas concluíram que era a maçonaria que governava a Inglaterra. Veja um trecho do livro:

   "Grã-Bretanha como um país supostamente governado por maçons, judeus e uma pequena elite...A liberdade democrática na Grã-Bretanha era descrita como uma fraude..."

   De fato os maçons estavam entre os grupos que foram mais perseguidos pelo regime nazista, junto com judeus, ciganos, Testemunhas de Jeová(porque essa religião proíbe seus adeptos de entrarem no exército) e pessoas que eram antissociais. Até hoje os maçons da Alemanha comemoram o fim do regime nazista todos os anos. O emblema da maçonaria é composto de um compasso e um esquadro, geralmente com a letra "G" no meio. Esquadro e compasso é uma referência a ideia de que eles são "construtores, ou pedreiros" e Deus é o "grande arquiteto do universo". A letra "G" seria uma referência a palavra "gnosis" que significa "conhecimento" em grego. Aqui o emblema da maçonaria:
   Muitos membros da maçonaria influenciaram a história da humanidade, sendo um gesto que identifica eles o gesto da "mão oculta". Aqui uma foto de Josef Stalin, um dos fundadores do partido comunista fazendo o gesto da "mão oculta":
   Entretanto, é bom esclarecer algumas ideias erradas a respeito da maçonaria, como por exemplo a ideia de que eles são unidos. Na verdade o que existe são muitas "lojas maçônicas" espalhadas pelo mundo afora, cada uma com características distintas e comandada cada uma por um líder diferente. Outra ideia errada é de que eles são extremamente ricos e que para entrar na maçonaria deve-se ser muito rico. Os fatos mostram que muitos maçons foram pessoas comuns sem muito dinheiro e até, muitos que podem ser considerados pobres. Outro ponto interessante de se registrar é que muitas outras sociedades secretas tem forte relações com a maçonaria como o Martinismo(sobre o qual tenho pouquíssimas informações) o Lions Club e o Rotary Club(também não sei quase nada sobre essas duas). Os illuminatis, considerados a "verdadeira elite controladora" escolhem membros da maçonaria quando lhes convém porque de certo modo, a maçonaria engloba pessoas de todos os tipos. 
   Finalizaremos aqui esse post sobre a maçonaria, uma das sociedades secretas mais influentes do mundo, e espero ter esclarecido algumas ideias distorcidas que são propagadas a respeito desse assunto.
   

terça-feira, 16 de agosto de 2016

QUEM  SÃO  OS  REPTILIANOS?

   Olá pessoal! No post anterior escrevi algo sobre os aliens chamados pelos que pesquisam sobre o assunto de "greys", nesse post resolvi escrever algo sobre os aliens denominados pelos pesquisadores de "reptilianos".
   Boa parte dos que chegam até esse blog já tem ideias bem formadas a respeito dos chamados "reptilianos", por isso vou apresentar um panorama geral sobre o assunto, baseado nas informações que tive acesso espalhadas pela internet afora e alguns livros.
   No post anterior eu disse que, em essência, os greys tem a mesma base genética que nós. Falar de "reptilianos", ou seja, seres racionais com aparência humana/reptiliana, significa falar de uma espécie sem ligação com nós humanos, porém que compartilha algumas características genéticas e comportamentais. Alguns livros escritos através do processo de "canalização", ou seja, através de pessoas "médiuns" que trazem mensagens de seres de outros planetas ou dimensões, explicam um pouco sobre esse complicado "jogo cósmico". As médiuns com codinomes Jelaila Starr, Bárbara Hand Clow e Bárbara Marciniak falam sobre isso em seus vários livros. Basicamente, no início, a muitíssimo tempo atrás, foi criado esse plano físico, os corpos celestes, e colocadas duas raças racionais para "interpretarem" o "bem" e o "mal". Coube a raça denominada "felinos" representar o bem. Eles tem aparência humanoide, são altos, cabelos loiros, ruivos,olhos claros e sua origem é a região da estrela Sírius da constelação de Cão Maior. Os denominados "carians" ficaram de representar o mal. Tem aparência humanoide com características de pássaros, penas, olhos amarelos e sua origem é um conjunto de estrelas muito distante e ainda não catalogada pela nossa ciência. Essas duas raças se desenvolveram, colonizaram muitos planetas e travaram guerras devastadoras, até atingirem a "maturidade espiritual" e se entenderem. Após isso, foi pedido a elas que criassem os corpos da próxima geração que iria representar esse "jogo cósmico bem vs mal". Os carians criaram os reptilianos cuja base é a constelação de Draco, que representariam o mal. Os felinos criaram os humanos na região de Vega, estrela da constelação de Lira, baseados em um tipo de mamíferos marinhos. Como característica comportamental, os humanos são passivos e emotivos. Os reptilianos são racionais e muito ligados ao mundo físico. Os reptilianos evoluíram rápido, desenvolveram uma super tecnologia e colonizaram muitos planetas, enquanto os humanos se desenvolveram devagar e quase foram erradicados pelos répteis. Carians, felinos e reptilianos criaram impérios pelo universo afora tendo vários planetas sob seus controles, enquanto as raças humanas ficaram, em sua maioria, reunidas na região das Plêiades. Os próprios pleadianos consideram o nosso sol a oitava estrela de sua constelação, e a nossa raça humana, seus parentes mais afastados. 
   Já escrevi em outros posts desse blog sobre os Anunnnakis, os "criadores" de nossa atual geração humana. Esses anunnakis são humanos também, e sua origem genética são os felinos de Sírius. Após a queda da geração humana anterior, denominada Atlânte, os anunnakis chegaram aqui e nos criaram, porém, já haviam indivíduos reptilianos vivendo aqui em antiquíssimas bases subterrâneas. Existem várias matérias espalhadas pela internet denominadas "arquivos Lacerta" uma série de entrevistas feitas por um repórter sueco em meados do ano 2000 com uma "fêmea" reptiliana que vive em uma das bases subterrâneas da terra. O site "thoth3126.com.br" é um dos que apresenta essas entrevistas. É muito interessante analisar o ponto de vista da "mulher réptil" e as informações que ela traz como por exemplo as bases reptilianas: uma na África, Austrália, Ásia Central (fronteira China/Tibet, essa é a maior) e na Europa, onde ela mora e de onde deu a entrevista. Fala sobre a época de Lemuria, quando seus parentes répteis de fora travaram uma guerra contra os seres de Órion (chamados pelos aborígenes de "wandjina") para tentarem tomar a Terra, cuja consequência foi o uso de uma bomba que mudou o clima e acelerou o crescimento dos répteis que viraram dinossauros. Fala sobre a chegada dos "eloim" que nos criaram a partir dos "homo erectus" primitivos. Ela chama de eloim, na verdade nós identificamos como sendo os anunnakis. Ela sabe da conspiração do "governo oculto" contra a humanidade, indiretamente faz parte e fala sobre agentes reptilianos infiltrados em vários setores da sociedade humana. Esses "agentes humanos/reptilianos" ligados ao governo oculto é que a maioria dos conspiracionistas conhece, mas a origem desses híbridos e dos que vivem nas bases subterrâneas é diferente,os das bases subterrâneas são muito antigos e se consideram nativos da Terra, se referindo a nós como uma "experiência de laboratório" de terceiros. De fato, quando Anu, o líder dos anunnakis chegou aqui, teve de fazer uma aliança com os répteis se casando com uma reptiliana. Essa aliança que sufoca a humanidade perdura até hoje. Ela alerta para o perigo dos greys acreditando em uma possível guerra entre os governos humanos e os greys. 
   Para que não fique confuso tudo isso, preciso explicar que existem diversas subespécies de reptilianos espalhados pelo universo afora, sendo a "matriz" original da constelação de Draco. Esses de Draco são altíssimos, inteligentes e tem poderes psíquicos, sendo temidos como terríveis guerreiros. Também os humanos possuem muitas subespécies, cuja matriz básica foi feita na constelação de Lira, e atualmente boa parte dessas variações humanas vivem na constelação das Plêiades. Em relação aos "híbridos humanos/reptilianos" é bom explicar também. Em essência, o próprio DNA humano possui características de répteis, mas algumas "linhagens sanguíneas" são cuidadosamente selecionadas pelo governo oculto por serem capazes de alternar entre forma humana comum e forma reptiliana, processo conhecido entre os pesquisadores como "shape shifting". Alguns shape shifting são capturados em vídeos e fotos onde se vê humanos com pupilas em forma de fenda. O pesquisador que acabou se tornando praticamente um "especialista" em relação aos reptilianos e sociedades secretas relacionadas é o britânico David Icke, ex-jogador de futebol, ex-jornalista e atualmente escritor que realiza palestras. Uma foto de David Icke:
   Seus livros analisam a presença dos reptilianos desde a antiguidade, passando pelas mitologias e as sociedades secretas e famílias envolvidas com os répteis. É interessante notar a tecnologia avançadíssima dos reptilianos, inclusive o conhecimento deles de "manipulação de almas" que os répteis chamam de "essência psíquica". Esse conhecimento permite a eles colocar uma alma réptil em um corpo humano, mesmo que a alma humana ainda esteja lá, por mais inusitado que possa parecer tudo isso. Esse tipo de coisa é relatado no livro "The Body Snatchers" da autora Susan Reed BSC, que "por coincidência" foi encontrada morta sozinha boiando em uma praia(queima de arquivo). Detalhes podem ser achados no já citado site thoth3126.com.br. Aqui uma capa do livro ainda não publicado no Brasil "The Body Snatchers":
   Informações sobre os aliens denominados carians, ou como alguns chamam "seres pássaros" são muito escassas de serem achadas na internet ou outras fontes, provavelmente são umas das raças que menos deixa rastros de sua presença por aí. Eu mencionei eles por causa da importância que eles desempenham nesse contexto todo. Corey Goode, um americano que afirma que trabalhou em uma base espacial secreta parece também se referir a esses "seres pássaros". Aqui uma foto dele:
   A história de vida de Corey Goode é das mais impressionantes (em um post que já está abarrotado de informações surreais!). Corey foi selecionado desde criança por um grupo secreto para se tornar um tipo de "esper"(termo que se refere a indivíduos com "poderes especiais"), um telepata psíquico. Ele viveu por um tempo como astronauta em uma base espacial secreta. Sua entrevista a David Wilcock do programa "Alienígenas do Passado" do canal History é reveladora. Nela, ele diz que existe não uma, mas várias bases secretas na face oculta da Lua e em Marte, operadas por várias agências diferentes, alguma operadas por alienígenas. Ele fala sobre uma reunião onde estavam presentes representantes de diversas nações da Terra e muitos militares, onde ele serviu de "intérprete" de um ser parecido com um tipo de "pássaro azul". Esse "pássaro azul" compareceu a reunião por estar preocupado com os rumos que a humanidade está tomando e se propôs a responder a várias perguntas dos representantes humanos, onde Goode serviu de "ponte de ligação" entre ele e os humanos. Sem dúvida, não é de se espantar a preocupação de um ser alienígena, ou mesmo de várias pessoas com um possível fim catastrófico da raça humana, basta ver a situação da nossa atual civilização, caótica e depravada, além de totalmente ignorante das forças ocultas responsáveis por manter esse caos todo. Seja como for, finalizarei por aqui, e espero ter contribuído para o esclarecimento sobre os reptilianos e de pelo menos parte desse complicado jogo em que estamos inseridos.     

terça-feira, 2 de agosto de 2016

QUEM  SÃO  OS  GREYS?

   Olá pessoal! Vou fazer um post sobre uma raça alienígena conhecida como "Greys" baseado nas informações que pesquisei.
   Eu certamente não sou a pessoa mais indicada pra falar sobre os "Greys" porque existem muitas matérias e blogs mais completos sobre esse assunto espalhados pela net aí afora, até mesmo grupos que se dedicam a estudar esse assunto de "OVNIS" e conspirações, eles com certeza tem mais a oferecer, por isso vou registrar aqui apenas o que eu pude entender baseado nas informações que achei.
   Em essência, se você mencionar sobre "alienígenas" pra qualquer pessoa, a imagem que a maioria das pessoas cria na mente é de seres baixinhos, magros, de pele esverdeada, grandes olhos e cabeça muito grande em relação ao corpo. Esse "tipo", por assim dizer, é denominado Grey pelos entusiastas do assunto que significa "cinza" em português, devido ao tom de pele deles. Mas nem todos "alienígenas" são assim, há relatos que falam sobre alienígenas de vários tipos diferentes. A maioria dos abduzidos descreve que foi levada por esse tipo de alien e o caso mais famoso sobre isso foi o "caso Roswell" que foi a queda de uma nave na cidade de Roswell no estado do Novo México em 1947. Um fazendeiro recolheu partes da nave e chamou as autoridades. Essa seria uma foto de um "painel de controle da nave" em formato de duas mãos com o detalhe das mãos terem seis dedos cada:
   Inclusive houveram fotos e filmagens de um tipo de "autopsia" realizado no corpo do alien recolhido:
   Alguns pesquisadores dizem que esses Greys ajudaram no avanço da tecnologia da Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial, o que sugere que o caso Ruswell não foi o começo da chegada dos Greys aqui na Terra, pois eles já estavam aqui antes disso. Veja uma foto de Hitler cumprimentando um deles:
   Mas existem evidências que indicam que a presença dos Greys aqui na Terra é muitíssimo mais antiga do que muitos pensam. Em setembro de 2003 um operário trabalhando no subsolo de Nápoles na Itália encontrou por acaso uma caixa repleta de manuscritos antigos. Os especialistas analisaram os manuscritos e constataram se tratar de manuscritos perdidos do historiador romano Publius Cornelius Tacitus(56 d.C-117 d.C) mais conhecido apenas como Tácito. Uma carta de seu primo Marcus Primus Sentius narra a descrição de um alien Grey. Na carta ele diz que na comemoração de uma vitória do imperador Trajano no ano 116 d.C ele foi ao Coliseu e entre as bestas que seriam sacrificadas ele observou uma criatura que tinha olhos enormes e que diziam possuir "poderes mágicos" (na verdade poderes psíquicos). Quando foi levada para a arena, todos os gladiadores que se aproximavam da criatura caíram no chão, até que se acumulou uma pilha de corpos próximo a ela. Um gladiador chamado Marius Dentatus surgiu e arremessou uma lança nas costas do alien e cortou sua cabeça. Após a criatura morrer, os gladiadores caídos começaram a se levantar (foram apenas atordoados pelos poderes psíquicos do alien) a multidão pensou que eles apenas encenaram e por isso eles foram executados publicamente nesse mesmo dia. Marius morreu em um acidente envolvendo elefantes no dia seguinte. Essa narrativa mostra a presença de um Grey na Roma antiga, por mais fantástico que possa parecer. Mas também existem evidências que apontam para a existência de Greys no antigo Egito, onde um pequeno sarcófago contendo o corpo de um Grey estaria sendo ocultado pelas autoridades. 
   Afinal, os Greys estariam se esgueirando pela história da humanidade desde o passado distante? É o que parece. E de onde eles vieram? Bem, segundo os pesquisadores, eles vieram de uma região ainda não catalogada de um conjunto de estrelas nomeado de Zeta Reticulis(inclusive mencionado na série Arquivos-X). 
   No final dos anos 80, um cientista chamado Robert Lazar deu declarações chocantes na mídia dizendo que trabalhou entre os anos 70 e 80 em um complexo secreto do governo a chamada "Área 51" tentando dominar a tecnologia de uma nave alienígena que estava sob o poder do governo. Uma foto de Lazar:
   Muitos relatos de abduções falam sobre dolorosas e horríveis experiências sofridas pelas pessoas abduzidas, inclusive casos em que os Greys coletam sêmen dos homens e "fertilizam" mulheres, que depois geram crianças "híbridas" meio humanas e meio Greys que os próprios Greys buscam. Outros relatos falam de casos de animais que são abduzidos e apenas a pele é devolvida, inclusive relatos de peles de ovelha encontrados em cima de postes! É dito que os Greys extraem os músculos, ossos e sangue dos animais para produzir um tipo de "comida" pra eles, que não é ingerido pela boca, mas eles absorvem pela pele, os órgãos genitais dos animais eles guardam para poderem futuramente criar seus próprios órgãos genitais que eles não tem.
   A partir daqui, vou relatar as conclusões que cheguei, baseado em várias fontes que achei. No início, os Greys eram parecidos com nós humanos fisicamente e viviam em um planeta parecido com a Terra também, lá na região de Zeta Reticulis. Mas eles esgotaram a natureza do planeta e poluíram ele todo, tornando a vida lá difícil. Por isso se voltaram contra os habitantes de outros planetas próximos, para tentar tomar os planetas deles. Nessa guerra foram usadas armas tóxicas e radioativas, devido a exposição deles a isso, o DNA do corpo dos Greys foi danificado e eles perderam a capacidade de se reproduzirem, apenas conseguindo por clonagem, mas a inteligência e os poderes psíquicos se mantiveram e eles ficaram com essa aparência que conhecemos hoje. Os poucos sobreviventes entraram em naves e saíram pelo universo afora atrás de outro planeta pra tomarem, assim acharam a Terra. As intenções deles em relação a nós humanos são basicamente essas duas: tomar o planeta e usar o DNA humano para reconstruir seus próprios corpos decadentes (pesquisadores sabem que existe uma outra fita de ADN oculta em nós com potencial maior do que o que usamos, ou seja: há mais coisas escondidas em nossa genética). Os pesquisadores dizem que um grupo de Greys trabalha junto com agentes do governo oculto na Área 51, e também juntos com os alienígenas conhecidos como reptilianos. Evidências também apontam que os Greys conhecem a tecnologia de "viagem no tempo" podendo voltar para o passado, futuro, ou qualquer época que quiserem, tentando interferir em alguma "linha temporal" para poderem dominar o planeta.
   Esse é o resumo de tudo que eu pude entender sobre esse assunto. Filosoficamente falando, os Greys são uma outra versão da humanidade, uma versão depravada que destruiu seu próprio planeta e teve o DNA de seus próprios corpos prejudicado. Os propósitos deles são os piores possíveis em relação a nós, eles são a humanidade que deu errado, que fracassou, e, tentam com a ajuda de outras raças alienígenas e o governo oculto tomar esse planeta e aperfeiçoarem seus próprios corpos. São uma das raças alienígenas que mais ameaçam essa nossa débil humanidade, ludibriada demais pelo governo oculto para poder reagir.  
    
  

terça-feira, 19 de julho de 2016

O  LADO  OCULTO  DE  ALEXANDRE, O GRANDE

   Olá a todos! Vou fazer nesse post uma análise sobre alguns detalhes pouco ou nada conhecidos pela maioria das pessoas a respeito de Alexandre, O Grande. A maioria desses detalhes flerta com a magia, o oculto e lendas. Eu acho interessante trazer esses detalhes para o conhecimento do pessoal que lê esse blog, já que é focado em assuntos ocultos e conspirações.
   Alexandre é um personagem que a grande maioria das pessoas conhece. Nascido em 356 a.C e falecido em 323 a.C foi rei, general, e conquistador que saiu da Grécia e criou um grande império englobando partes da Europa, Ásia e África, vindo a falecer jovem na Babilônia. Mas existe mais coisas a respeito dele que eu gostaria de expor. Aqui um belo mosaico encontrado em Pompéia representado ele:

   Segundo a tradição(oculta), Alexandre não era verdadeiramente filho de Felipe, era filho de um faraó chamado Nectanebo II que governou o Egito entre os anos de 360 a. C e 343 a. C. A tradição diz que Nectanebo era um mestre da magia que dominava os reinos vizinhos fazendo maquetes que imitavam os exércitos adversários e as destruindo(parecido com o vudu). Tudo ia bem pra ele, até que um dia, ao jogar algum tipo de método divinatório, ele percebeu que a maré do destino se voltaria contra ele e que seus adversários dominariam o Egito. Por isso raspou os cabelos(ao estilo dos sacerdotes) e fugiu para o a cidade de Pela, no norte da Grécia, montando sua lojinha e trabalhando como médico, curandeiro e mago. Aqui um busto representando Nectanebo II:
   Vamos falar um pouco sobre o casal que a maioria considera como sendo os "pais" de Alexandre: a rainha Olímpia, chamada de "Olímpia do Epiro" e o Rei Felipe II. Olímpia era uma "sacerdotisa" de alguma das muitas divindades cultuadas na antiguidade. Felipe conheceu ela num templo, enquanto ela ostentava duas enormes cobras pítons nas mãos. Aquilo impressionou Felipe que se casou com ela. Mas também era costume em alguns dos templos da antiguidade, acontecerem "orgias sagradas" envolvendo os que participavam do culto e sacerdotes/sacerdotisas. É provável que Olímpia não tenha abandonado esses costumes mesmo depois de casada, o que deixava Felipe furioso, um dos motivos das constantes brigas do casal. Felipe foi um brilhante general da Macedônia, região ao norte da Grécia. Após as terríveis guerras entre Atenas e Esparta, esses estados estavam esgotados, e Felipe guiou seu exército contra outras cidade/estado da Grécia, dominando praticamente a Grécia toda. Mas ele tinha seus defeitos também: após as vitórias militares, costumava comemorar com festas e bebedeiras. Âmbos sendo de personalidade forte, as brigas eram constantes. Aqui um busto representando Felipe:
   Um busto representado Olímpia:
   Certo dia, passou próximo a lojinha de Nectanebo Olímpia(provavelmente com seu cortejo). A beleza da mulher chamou a atenção de Nectanebo que a seduziu e engravidou(Felipe viu a barriga de Olímpia crescendo e pensou que ele mesmo fosse o pai). O próprio Nectanebo fez o parto, afinal ele era "médico" e até fez ela atrasar o nascimento da criança pra ele nascer na melhor hora possível de acordo com a formação astrológica mais favorável(médico e astrólgo). Alexandre iria se transformar em um personagem marcante na história da humanidade, por isso seu nascimento foi acompanhado de presságios, entre eles, dizem que uma águia pousou próximo ao lugar no momento de seu nascimento e essa águia passou a acompanhar o exército de Alexandre e também estava lá quando ele morreu em seu leito na Babilônia. Também dizem que um grupo de magos sabia que aquele menino que nascia marcaria a história, e acompanharam ele disfarçados de soldados de seu exército. Alexandre cresceu fascinado pelos mitos gregos, e quis viajar o mundo para saber se eles eram reais. Todos os oráculos que ele consultava diziam que ele morreria jovem, mas seu nome e fama seriam conhecidos no mundo todo. Alexandre gostava da fama, mas não queria morrer jovem, por isso foi atrás da "fonte da juventude". Em alguns romances da idade média chamados de "Pseudo-Calístenes" referindo-se ao historiador Calístenes sobrinho de Aristóteles, fala-se dessa busca de Alexandre pela imortalidade e narra sobre sua entrada em cavernas misteriosas e um tal "País das Trevas" cuja entrada ficava num lugar isolado nos pés de uma montanha, dentro de onde se andava por dias no escuro. Essa pode ser uma indicação de que os povos da antiguidade conheciam cidades subterrâneas. No fim dessas jornadas ele se encontrava com personagens estranhos que o faziam voltar sem ter conseguido achar a "fonte da juventude". Outro ponto pouco divulgado é que quando Alexandre quando lutou na  Índia, foi atacado por "disco voadores" que eram os "vimanas" mencionados nos Vedas(livros sagrados dos hindus) como os "carros dos deuses". Nas batalhas sangrentas na Índia onde quase foi derrotado, conheceu os temíveis elefantes usados pelos indianos nas guerras. Ele voltou para Macedônia por insistência de seus generais. A Babilônia era um conhecido lugar de divertimento para os gregos e, durante a festa, Alexandre se sentiu mal e ficou de cama onde dividiu seu império entre seus generais e morreu. As causas de sua morte são especuladas pelos historiadores, mas é provável que foram seus próprios generais que colocaram veneno em seu vinho, sabendo que ele jamais pararia até dominar o mundo todo e desejosos de usufruírem de paz e conforto que as pilhagens lhe proporcionavam. O general Ptolomeu ficou como governador do Egito e levou seu corpo pra lá, mumificado. Mas se era de fato o verdadeiro corpo de Alexandre não sabemos ao certo, pois os magos que o acompanhavam nas guerras estavam presentes no momento de sua morte, e inclusive aguardaram sua reencarnação no futuro.
   E não tardou muito, em 270 a. C nasceu Amílcar Barca, general de Cartago(norte da África) considerado a reencarnação de Alexandre e também secretamente acompanhado pelos magos. Amílcar, provavelmente devido ao conhecimento em sua vida anterior, incluiu o uso de elefantes no exército, e fez seus filhos jurarem odiar Roma. Um deles, Aníbal, levou o juramento muito a sério e guiou os terríveis elefantes através dos alpes até Roma(conferir meu post anterior de título "As Nações Inconquistáveis"). Amílcar desapareceu misteriosamente após a "Batalha de Panormo" onde os romanos conquistaram a Sicília. Dizem que ele desapareceu em algum lugar da Ásia. Nesse ponto, tomo a iniciativa de dizer que possivelmente Amílcar sumiu em algum lugar da Arábia, mas isso é só especulação da minha parte. Um texto escrito em língua siríaca do final do século VII d. C chamado "Apocalipse de Pseudo-Metódio" em referência a São Metódio, um bispo e mártir cristão de meados do ano 300 d. C., apresenta uma profecia dizendo que no "fim dos tempos" surgiria o "Anticristo", Gog e Magog invadiriam o mundo(escrevi sobre Gog e Magog em um post anterior) e surgiria um último imperador representado as forças do bem e defendendo o mundo grego e romano na batalha final contra as forças do mal. Alguns interpretam que esse último "imperador messiânico" seria o próprio Alexandre ressuscitado. Isso nos leva a outra lenda, a dos "imperadores adormecidos" que despertariam no "fim dos tempos". Podemos "encaixar" a ideia do desaparecimento misterioso de Amílcar com a lenda dos imperadores adormecidos porque ela diz que eles entraram em estado de dormência(embora fossem dados como mortos) e seus seguidores fizeram túmulos secretos pra guardarem o corpo. Entre esses imperadores estariam Carlos Magno, o rei Sebastião de Portugal e Gengis Khan. Sobre esse último, são relativamente mais conhecidos os relatos de que após sua suposta morte, seus seguidores mandaram artesão construírem um túmulo e depois mataram os artesão e muitos outros que encontraram pelo caminho para a localização do lugar ficar oculta e conhecida de apenas poucos. Amílcar, a reencarnação de Alexandre, poderia ter entrado em estado de dormência e ter sido sepultado em uma tumba secreta até o dia de despertar, se seguirmos a lógica e juntamos os pontos dessas lendas. Em meu livro(que é um rascunho ainda não publicado) chamado de "Análise de Mitos e do Oculto" eu analiso partes dessas lendas e falo um pouco sobre esses "imperadores adormecidos". 
   Bem, é isso que eu queria compartilhar com vocês a respeito do lado oculto de Alexandre, que, como eu disse, flerta com lendas pouco conhecidas. 

terça-feira, 12 de julho de 2016

AS  NAÇÕES  INCONQUISTÁVEIS

   Olá pessoal! Vou registrar nesse post uma série de acontecimentos que podem ser considerados "coincidência" por se parecerem, mas que talvez tenham uma explicação lógica, apesar de fantástica, é sobre certas nações que simplesmente não puderam ser conquistadas mesmo que exércitos poderosos tenham cercado elas, como se uma "força desconhecida" as protegesse. Vamos começar pela antiga Roma.
   Por volta do ano 300 a.C, a cidade/estado de Cartago no norte da África exercia grande influência na região do mediterrâneo. Porém, Roma também despontava como grande potência, e não tardou para que as duas nações se chocassem em uma longa guerra pela disputa da soberania na região, chamada de "Guerra Púnica". Em 270 a.C nasce em Cartago Amílcar Barca, grande general(considerado a reencarnação de Alexandre, O Grande, matéria pra outro post) que introduziu o uso de elefantes no exército cartaginês. Amílcar influenciou seu filho Aníbal a odiar Roma e fez ele jurar jamais se aliar aos romanos. Amílcar desapareceu misteriosamente na "Batalha de Panormo" quando os romanos tomaram a Sicília. Veja um busto representando Aníbal:


   Aníbal, fiel a promessa feita a seu pai, continuou a lutar contra Roma, e decidiu que atacar diretamente Roma daria melhor desfecho do que enfrentar os romanos pelo mundo afora.  Em 218 a. C  conduziu seu exército até Roma, atravessando os Alpes ao norte, inclusive com 37 elefantes:


   Após várias batalhas já em território Italiano, Aníbal e seu exército se retiraram em 203 a.C por ouvirem rumores de que o general romano Cipião atacaria Cartago. O mais estranho disso tudo é que, após ficar cerca de dez anos, vou repetir, dez anos! Na Itália, Aníbal não conseguiu entrar totalmente em Roma e dominar completamente a nação. O porque disso tem sido motivo de especulação de vários historiadores ao longo dos anos. Caso conseguisse, Aníbal teria mudado completamente o curso da história e Roma jamais se tornaria o império que foi.
   Outro general que mobilizou grandes exércitos e despertou o temor nos povos da Europa foi Napoleão Bonaparte(1769-1821). Após campanhas vitoriosas na Itália contra os austríacos, ele ganhou o cargo de "comandante do exército contra a Inglaterra" inimiga declarada da França. Em 1798 Napoleão foi até o noroeste da França no Canal da Mancha, estreito de mar entre a Inglaterra e França. Os governantes franceses esperavam que Napoleão liderasse um ataque contra a Inglaterra, mas ele observou bem e analisou que a Inglaterra tinha uma poderosa marinha muito mais bem treinada e com muitos mais navios que a França e desistiu afirmando que era "arriscado demais" e dizendo a seu secretário "que não queria arriscar a bela França num lance de dados". Por isso resolveu tomar o Egito, então sobre influência da Inglaterra. Mas o livro "Reich Oculto" do autor J.H. Brennan lançado aqui pela Madras editora, apresenta uma teoria do motivo pelo qual Napoleão não invadiu a Inglaterra. O livro menciona o ocultista Gerald Gardner que diz em seu livro "A Bruxaria Hoje" que as bruxas da Inglaterra fizeram feitiços incutiram na mente de Napoleão que ele não poderia atravessar o mar e atacar a Inglaterra. Até onde isso pode ser levado a sério? A hipótese de uma "força oculta" protegendo certas nações não deve ser descartada como parece apontar as evidências, e voltaremos a esse livro "Reich Oculto" mais adiante. 
   Napoleão resolveu levar a guerra até a Rússia que, junto com a Aústria, Prússia e Inglaterra ainda fomentavam picuinhas e disseminavam ódio contra a França na Europa. Ele mobilizou um grande exército com cerca de 500 mil homens, e muitas carroças levando suprimentos, incluindo 28 milhões de garrafas de vinho segundo o livro "Napoleão, Uma Vida" biografia de Napoleão do autor Vincent Cronin. No caminho para a Rússia, em 1812, na vila de Borodino a cerca de 150 km de Moscou aconteceu a "Batalha de Borodino" onde os Russos e seus aliados enfrentaram o exército de Napoleão. Napoleão venceu, apesar das baixas e continuou a marcha. Alguns dias depois, Napoleão chega em Moscou e se aloja em um palácio da cidade. Mas a cidade está estranha, a maioria dos habitantes foi embora por ordem do governador permanecendo na maioria estrangeiros, mendigos e criminosos. A noite incêndios aconteceram na cidade, mangueiras e bombas haviam sido removidas e o governador Rostopchin havia dado pólvora a mil prisioneiros para que incendiassem tudo. Napoleão aguardou duas semanas por mensagens de paz que não vieram. Então resolveu voltar pra França. Aqui uma representação dos incêndios de Moscou enquanto Napoleão e o exército se retiram:
   A retirada se mostrou uma opção mortal para a maioria dos homens que morreram devido ao rigor do inverno russo, esse sim um terrível inimigo que outro exército iria enfrentar anos mais tarde:
 
   Na Segunda Guerra Mundial, após vencer a França, Holanda e Bélgica, em 1940 a Alemanha estava preparando um plano de invasão da Inglaterra denominado "Operação Leão Marinho". Os equipamentos estavam sendo preparados e os homens do exército sendo treinados pra isso. Aqui foto de um tanque sendo preparado para essa operação:
   Mas a tal "Operação Leão Marinho" nunca saiu do papel. A razão disso seria a mesma que aparece no livro "Reich Oculto" onde Gerald Gardner afirma que as bruxas lançaram feitiços e incutiram na mente de Hitler que ele não poderia fazer isso. Ele menciona que "as bruxas me contaram que seus tataravós tentaram projetar a mesma ideia na mente de Boney(Napoleão)". Por isso os alemães se focaram na Rússia lançado a "Operação Barbarossa" o plano de invasão da Rússia iniciado em 1941. Mas novamente o inverno russo faz suas vítimas e, devido as temperaturas abaixo de zero os equipamentos alemães pararam de funcionar e muitos homens morreram a alguns quilômetros de Moscou, porém sem terem conseguido chegar lá:
     
   Qual explicação temos pra tudo isso? Esse é mais um dos curiosos "padrões" que o destino parece traçar e que a grande maioria dos homens simplesmente ignora, cometendo os mesmos erros que foram feitos no passado.